2009 – Ano de medos e incertezas…

,lkjgdhyh Chega mais um ano ao fim e acabamos por olhar com preocupação para o novo que começa. Depois de ondas de agitação do bem-estar dos seres humanos, do recalcar dos pesadelos que nos entorpecem, acentua-se o temor de que o que está para vir irá desestabilizar ainda mais o nosso parco equilíbrio emocional.

O Positivismo contempla-nos com a sua extraordinária forma de estar e de ser. O positivismo indica-nos caminhos, dá-nos orientações, mas o impulso inicial parte de cada um. Lembremos que as grandes jornadas começam com um simples passo.

O Positivismo instiga-nos a questionar, a procurar vias alternativas, a escolher novos rumos, aqueles que são traçados pelo nosso querer. O Positivismo ensina-nos a criar o nosso próprio destino. Orienta-nos pela razão e pela harmonia com a natureza envolvente, o homem e o meio em si.

Somo seres de luz num universo obscuro…

O Positivismo ilumina-nos nas trevas da nossa solidão, levanta-nos do torpor da indiferença e empurra-nos para o além em busca do universalismo, da união e da ascensão ao ser perfeito.

Não podemos ser o moleiro que por não gostar do grão não fez a farinha. Mesmo não gostando dos empreendimentos que são necessários para a consolidação do bem-estar daqueles que de nós dependem, não podemos cruzar os braços à espera que as circunstâncias mudem e apareçam tempos mais favoráveis.

Para ver texto integral ou fazer download clicar aqui.

Nenhum comentário: