O Positivismo e o futebol (parte 2)

O que nos diz o Positivismo?

O misto de emoções, primeiro a satisfação e a apreensão, depois a ansiedade e a revolta, o desespero e a hostilidade e por fim a glória e a satisfação.

Conclui-se que durante o tempo de jogo se viveram uma variedade de emoções antagonistas susceptíveis de criarem situações clínicas, que emocionalmente podem ser consideradas positivas, pelos elevados níveis de adrenalina libertados, aliviadores do stress, ou então negativos por serem indutores do aumento de tensão arterial com todos os inconvenientes que daí advêm.

O Positivismo (linha espiritual) induz a calma e a harmonia com o meio envolvente.

O facto de se estar presente directa ou indirectamente na partida de futebol, de se poder viver o momento como uma festa, o positivismo ajuda a valorizar mais a participação do que o resultado, ajuda cada um a libertar-se do negativismo das envolvências do meio exterior.