A vida a três tempos

A sociedade moderna vive a um único ritmo apressado, desumanizando o ser humano, tornando-o numa peça não fundamental da grande engrenagem em que se transformou a vida.

O stress e o conformismo passaram a acompanhar o ser humano como uma sombra. O homem, hoje, vive em grandes ilhas que são as cidades num isolamento social de vivências de hipocrisia.

Hoje o homem serve-se da sociedade para seu uso e benefício próprios, ignorando o social e a partilha.

O Positivismo desperta-nos os sentidos e move-nos física e espiritualmente para a harmonia com o meio envolvente.

O ser humano comum não se apercebe do ritmo acelerado que a sociedade impõe e acaba por se esquecer das vias que conduzem ao Eu e ao microcosmos que é o seu universo social, entrando assim num rodopio inebriante que o mantém anestesiado e inerte àquilo que a vida representa… apenas viver!

O Positivismo é a permuta da inconsciência pela existência partilhada.

O Positivismo realiza o impensável, transformando o improvável pelo accomplishment de uma vida.

O Positivismo propõe a vida a três tempos, três ritmos de realização dos nossos projectos e mesmo dos sonhos insondáveis de cada um.

Todos devemos viver um tempo profissional, um tempo familiar e um tempo pessoal.

O tempo profissional deve ser gerido no seu próprio tempo, com empenho e perseverança em toda a sua amplitude.

No tempo familiar deve-se buscar a harmonia e o consenso. A paz de espírito e social e o amor são indissociáveis, pelo que deverão estar sempre presentes em todos os pequenos gestos. Este é um tempo de dedicação total aos laços que ligam os seus membros. A amizade deve ser pura e inquestionável dar sem o pressuposto de ficar a haver.

O tempo pessoal é um tempo de contemplação e introspecção. Um tempo no qual nos despojamos da nossa indumentária social e somos apenas nós, livres e unos onde nos retiramos do mundo real para sermos apenas meros observadores e apreendermos a complexidade do ser humano. Ligamo-nos à terra e “desnegativamo-nos” sorvendo em plenitude o que o Positivismo tem para nos energizar, aquilo que move a nossa essência… Viver!

Nenhum comentário: